Agronegócio

Preço

Conab: preços da maçã, banana e melancia têm forte alta em dezembro
Os preços da maçã, banana e melancia subiram fortemente na maioria dos mercados em dezembro, mostra o primeiro Boletim Prohort de 2021, divulgado hoje (27) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O boletim destaca que os preços no último mês do ano, “como de costume”, refletem o impacto do verão e das festas de fim de ano sobre o comportamento do consumidor.  No caso da melancia, o preço do quilo chegou a subir 50% em Goiânia; 49% em Brasília; 31,9% em Recife, e 30,3% em Belo Horizonte. A alta ficou na casa de dois dígitos ainda em Curitiba (23,4%), Vitória (21,9%) e São Paulo (19

Ontem, às 16h 01min

Dólar Valorizado

ALGODÃO: Alta na parcial de janeiro se aproxima de 20%
Segundo pesquisadores do Cepea, o dólar valorizado frente ao Real, os aumentos nos preços internacionais e também o amplo excedente doméstico de algodão em pluma mantêm vendedores brasileiros atraídos para fechar novos negócios para exportação. Já compradores tendem a priorizar as aquisições internas, devido ao alto custo das importações. Assim, a baixa oferta no spot nacional e as ofertas de vendas a preços cada dia maiores dificultam novas efetivações envolvendo a pluma. Nessa terça-feira, 26, o Indicador do algodão CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, fechou a R$ 4,5556/lp – novo recorde n

Ontem, às 09h 01min

Preço em Alta

CAFÉ: Avanço do dólar e retração vendedora mantêm em alta preço do arábica
Os preços domésticos do café arábica seguem em alta, influenciados pelo avanço do dólar e pela retra

Ontem, às 09h 01min

Lavouras

ARROZ: Colheita da safra 2020/21 se aproxima; liquidez interna segue baixa
Com o desenvolvimento das lavouras da temporada 2020/21 caminhando para a reta final, a colheita de

Ontem, às 09h 01min

Preço em Alta

TRIGO: Baixa oferta interna mantém preço em alta
Os preços do trigo seguem em alta no mercado brasileiro. Segundo pesquisadores do Cepea, a sustentaç

26/01/2021

Açúcar Cristal

AÇÚCAR: Preço reage em SP
Os preços do açúcar cristal voltaram a subir no mercado spot do estado de São Paulo. De acordo com p

26/01/2021

Tomate Salada

TOMATE: Oferta aumenta e preços recuam
Entre 18 e 22 de janeiro, o preço do tomate salada longa vida 3A, caixa de 18-20 kg, fechou a R$ 59,00 (-31,21%) na Ceagesp, a R$ 74,64 (-20,38%) em Campinas (SP), a R$ 57,10 (-33,34%) no Rio de Janeiro (RJ) e a R$ 57,81 (-22,31%) em Belo Horizonte (MG). Segundo pesquisadores do Hortifruti/Cepea, a oferta de tomate segue em elevação. As praças vêm colhendo cada vez mais, devido à intensificação da safra de verão, como em Caçador (SC). Atacadistas comentam que a redução dos preços também se deve à menor demanda, em função da proximidade do final de mês e dos altos patamares de preço do fruto. 

26/01/2021

Vendas

OVOS: Vendas aquecidas e oferta controlada elevam preços
Mesmo com o início da segunda quinzena de janeiro, as vendas de ovos comerciais estiveram em bom ritmo nos últimos dias, de acordo com informações coletadas pelo Cepea. A procura pelo produto tem sido favorecida pelo alto preço das principais carnes consumidas pelo brasileiro, bovina, suína e de frango, que podem fazer o consumidor optar por alternativas mais “em conta”. Além da boa saída na ponta final, colaboradores do Cepea apontam que a oferta de ovos está mais controlada, resultado de descartes das poedeiras mais velhas pelos produtores. Com boa demanda e redução na oferta, os preços subiram. 

25/01/2021

Consumidores

SOJA: Preços do farelo voltam a subir no Brasil
Consumidores brasileiros de farelo de soja consultados pelo Cepea indicam ter necessidade de adquirir novos volumes no curto prazo. Entretanto, indústrias nacionais estão resistentes nas vendas envolvendo grandes lotes, uma vez, que, além de a oferta ser baixa, a colheita tardia da soja deve retardar a entrega do grão às processadoras. Esse cenário tem elevado os preços internos do farelo de soja, segundo apontam dados levantados pelo Cepea. Outro fator que dá sustentação aos valores do derivado de soja é o bloqueio de caminhoneiros nas estradas da Argentina, que tende a atrapalhar os embarques no país vizinho, principal exportador global de farelo de soja.

25/01/2021

Valores Médios

MILHO: Indicador se aproxima de novo recorde real
Em muitas praças acompanhadas pelo Cepea, os valores médios do milho vêm renovando as máximas nominais da série histórica. Inclusive, em algumas regiões, como no porto de Paranaguá (PR), a média de janeiro já é recorde real. No caso do Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP), houve avanço de 7,35% na parcial deste mês (até o dia 22), fechando a R$ 84,43/saca de 60 kg na sexta-feira-feira, 22. Na quarta-feira, 20, especificamente, o Indicador fechou a R$ 85,44, nova máxima nominal da série e próxima do recorde real, de R$ 87,35/sc, verificado em 30 de novembro de 2007 (os preços foram deflacionados pelo IGP-DI de dezembro/20). Segundo pesquisadores do Cepea, a disponibilidade restrita de

25/01/2021

Outras categorias