Ji-Paraná: Tratamento Fora de Domicílio atende mais de 2 mil pacientes por mês
Porto Velho e Cacoal são principais destinos de consultas e procedimentos

Por Redação
Publicado 24/05/2022
A A

Mais de 2 mil pacientes são atendidos todos os meses pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio do setor de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). As cidades de Porto Velho e Cacoal estão entre os principais destinos das pessoas em busca de consultas e procedimentos especializados.

Diariamente, o serviço do TFD da Semusa garante o atendimento de pacientes de Ji-Paraná em outras cidades. O setor também é responsável por intermediar a hospedagem na Casa de Apoio, gerida pelo Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia (Cimcero), em Porto Velho. Os serviços também contemplam os acompanhantes para crianças e idosos ou em casos que o paciente necessite de acompanhamento.

“O TFD tem o objetivo de garantir o acesso de pacientes aos serviços especializados em outros municípios ou, até mesmo, em casos específicos, em outros estados. O serviço é oferecido, essencialmente, a pacientes da rede pública de saúde”, explicou Viviane Scalzer Dalmagro, diretora do TFD.

Entre as demandas atendidas estão consultas oncológica, exames de imagens, oftalmologia, ortopedia, entre outras especialidades. Segundo o Ministério da Saúde, o Tratamento Fora do Domicílio é um benefício em que os usuários do SUS podem receber e que consiste na assistência integral à saúde. O TFD é acionado quando esgotados os recursos diagnósticos e terapêuticos necessários no município de origem do paciente.

Para receber o serviço, o paciente deve passar pelo atendimento primário em alguma Unidade Básica de Saúde (UBS), na Unidade de Pronto Atendimento Anna Beatriz Oliveira da Silva (UPA do 2º Distrito) ou no Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz.

Para ampliar o atendimento especializado em Ji-Paraná, a Semusa investiu na contratação de médicos para atendimento no Centro de Especialidades Médicas (CEM) do município. Nos últimos meses, foram contratados neurologista, pediatra, hematologista e otorrinolaringologista.

“Agora, aumentamos as condições de atendimento para esses pacientes em nossas unidades. Nos casos em que se esgotam todos os meios de tratamento dentro de Ji-Paraná, o TFD atua para garantir o acesso à saúde para esses pacientes”, afirmou Wanessa Oliveira e Silva, secretária de Saúde de Ji-Paraná.

Fonte: Assessoria