Reunião debate a implementação do projeto Cata Mais em Porto Velho
Intuito é sistematizar os trabalhos e oferecer serviços aos catadores de resíduos e materiais recicláveis

Publicado 26/11/2021
A A

Uma reunião de apresentação do projeto Cata Mais foi realizada na sexta-feira (26), na sede da Federação das Indústria de Rondônia (Fiero), em Porto Velho, para debater a iniciativa que tem o objetivo de sistematizar, valorizar e fortalecer os trabalhos de catadores de resíduos e materiais recicláveis em Porto Velho, proporcionando melhores condições e garantindo renda adequada.

A proposta do projeto foi desenvolvida pelo Instituto Euvaldo Lodi de Rondônia (IEL-RO) em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas).

A solução, que deverá ser implementada conforme apontarem os estudos, será a prestação de assessoria técnica nas áreas contábeis, ambiental e assistência social. A ideia é que com a prestação destes serviços todos ganhem voz junto ao poder público de forma estruturada e participativa.

Presente na reunião, o secretário Municipal de Meio Ambiente, Alexandro Pincer, destacou a importância do projeto. “Hoje a Prefeitura de Porto Velho e a Sema estão de portas abertas para receber este projeto e subsidiar os serviços, que são tão importantes para as famílias que trabalham na área”. 


O projeto vai abranger os distritos de Abunã, Calama, Demarcação, Extrema, Fortaleza do Abunã, Jaci-Paraná, Mutum Paraná, Nazaré, Nova Califórnia, São Carlos, Vista Alegre do Abunã e Rio Pardo. Futuramente outras localidades também receberão os serviços.

Além do titular da Sema, também esteviveram presentes os engenheiros da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) e a diretora do Departamento de Fomento ao Turismo da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), Tatiana Sadeck.