Vigilância Epidemiológica testaidosos do Lar Aurélio Bernardi
Ação ocorre após a confirmação de morte pela doença no local

Publicado 19/02/2021
A A
FOTO: ASSESSORIA

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio da Divisão de Vigilância Epidemiológica, realizou testes para a detecção do novo coronavírus (Covid-19) nos idosos institucionalizados no Lar do Idoso Aurélio Bernardi. A ação ocorreu após a confirmação da quinta morte pela doença no local.

Segundo a diretora da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Luzia Barbosa Santos Lomes, uma força tarefa foi montada para coletar o material e realizar os testes com todos os idosos internados na instituição.

“Fomos ao Lar do Idoso, a pedido dos funcionários do local, que estão assustados com o número de óbitos que já ocorreram na instituição. Foram 78 testes realizados no local e os resultados devem sair nos próximos dias. Posteriormente, nós iremos entrar em contato para que a instituição isole os idosos que testarem positivo”, detalhou Luzia Lomes.

A diretora explicou que, devido à fragilidade psicológica de alguns moradores do Lar, muitos idosos não têm a consciência sobre os riscos da doença e, inclusive, se negam a utilizar a máscara dentro da instituição.

 “Alguns deles têm consciência, mas a maioria não. Muitos deles não usam a máscara e essa é a nossa maior dificuldade para conter o vírus dentro do local”, lamentou a diretora de epidemiologia.

 O teste realizado nos idosos do Lar Aurélio Bernardi foi o de antígeno para Covid-19, com procedimento de coleta swab nasal (aste flexível), que apresenta aproximadamente 95% de confiabilidade para a detecção do vírus.

FOTO: ASSESSORIA
FOTO: ASSESSORIA

Fonte: Assessoria de Imprensa