Agronegócio

Máximas Nominais

MILHO: Preços internos renovam máximas nominais
O movimento de alta nas cotações do milho segue firme no Brasil. Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso vem dos baixos estoques internos de milho, da queda na produção da safra de verão e dos preços elevados nos portos. Diante disso, em muitas regiões consultadas pelo Cepea, os valores atingem novos patamares recordes nominais. As cotações externas também avançam, influenciadas por estimativas indicando safra e estoques de passagem menores que os previstos anteriormente. Quanto aos negócios no spot nacional, pesquisadores ressaltam que ainda ocorrem apenas quando há maior necessidade. Enqua

Hoje, às 09h 01min

Chuvas

MANDIOCA: 2020 se inicia com baixo processamento
A primeira quinzena de janeiro foi marcada por bom volume de chuvas em muitas regiões produtoras de mandioca do Centro-Sul. Segundo pesquisadores do Cepea, de um lado, esse cenário favorece o desenvolvimento das lavouras, mas, de outro, dificulta a colheita. Entretanto, a demanda industrial está baixa, uma vez que boa parte das empresas ainda não retomou as atividades de processamento. Estimativas do Cepea apontam que, na primeira quinzena deste ano, o volume processado aumentou apenas 4,4% frente ao mesmo período de 2020 (+1,4 mil toneladas). 

Hoje, às 09h 01min

Preços Pagos

OVOS: Poder de compra do avicultor cai para o menor patamar da história
Em janeiro, os preços dos principais insumos consumidos na avicultura de postura, milho e farelo de

Hoje, às 09h 01min

comercialização

Comercialização da safra de café 2020/21 atinge 78%
A Safras & Mercado divulgou nesta semana que a comercialização da safra de café 2020/2021 estava em

16/01/2021

Mercado interno

Frango: preço dos insumos sobe e diminui poder de compra do avicultor
Os preços do frango vivo caíram no mercado interno, refletindo uma diminuição das vendas de carne de

16/01/2021

empreendimentos

Selo Biocombustível Social gera renda para agricultores familiares
Com cerca de 1.200 agricultores familiares, a Cooperativa dos Agricultores Familiares e dos Empreend

16/01/2021

Campo

Preço da vaca leiteira chega a R$ 4,7 mil em Rondônia
O preço da vaca leiteira chegou a R$ 4,7 mil em Rondônia nestes primeiros dias de 2021, de acordo com a cotação feita pela Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO). A pesquisa de preços refere-se ao preço médio pago ao produtor. Segundo a Emater, Jaru tem o melhor valor pela cabeça da vaca leiteira no estado. No município, o valor para pagamento à vista é de R$ 4.750. Já em Alvorada do Oeste a cabeça custa R$ 4.700, mesmo valor praticado em Corumbiara e Pimenteiras do Oeste. Veja os preços da vaca leiteira em Rondônia Municípios Preço do @ Alta Floresta --- não divulgado Alto Alegr

15/01/2021

Farelo

FRANGO: Poder de compra frente ao farelo é o mais desfavorável desde jul/12
O recuo nas vendas de carne de frango no final de dezembro e neste início de janeiro fez com que o setor reajustasse negativamente os preços do animal para abate, segundo indicam pesquisas do Cepea. Já as cotações do milho e do farelo de soja, importantes insumos do setor, subiram, contexto que tem reduzido o poder de compra do avicultor. Conforme levantamento do Cepea, janeiro vem se caracterizando como o momento mais desfavorável ao avicultor desde maio de 2016 no caso da compra do cereal e desde julho de 2012 no caso da aquisição do derivado da soja. 

15/01/2021

Tahiti

CITROS: Colheita de tahiti ganha força em SP
A colheita de lima ácida tahiti está ganhando força no estado de São Paulo. De acordo com produtores consultados pelo Cepea, a disponibilidade da lima vem aumentando desde meados de dezembro/20, e o pico de safra deve ser atingido na segunda quinzena de janeiro. Ainda assim, com o clima desfavorável no segundo semestre de 2020 – período de desenvolvimento das floradas –, a produção durante o pico de safra deve ser menos expressiva do que a da temporada passada e a oferta, controlada. Diante disso, os preços registram sustentação neste começo de ano. Na parcial de janeiro (até o dia 14), a variedade é comercializada à média de R$ 16,03/cx de 27 kg, colhida, 21,1% acima da registrada no mesmo

15/01/2021

Soja

Governo afirma que soja brasileira não "exporta desmatamento"
O Ministério da Agricultura divulgou uma nota para reafirmar que a produção de soja no país é sustentável e que a cultura do grão "não exporta desmatamento" conforme afirmou o presidente francês, Emmanuel Macron, em suas redes. “A declaração do presidente francês, Emmanuel Macron, sobre a soja brasileira mostra completo desconhecimento sobre o processo de cultivo do produto importado pelos franceses e leva desinformação a seus compatriotas”, diz o comunicado divulgado nesta quarta-feira (13). Segundo a pasta, o Brasil é o maior produtor e exportador de soja do mundo, abastecendo mais de 50 países com grãos, farelo e óleo. “Brasil tem uma das legislações ambientais mais rigorosas do

14/01/2021

Outras categorias